sexta-feira, 18 de novembro de 2011

"Jamais achei que chegaria aos vinte anos de idade. Estou surpreso por ainda estar vivo."

 
"Minha falta de sentimento não me incomoda. Passo perfeitamente bem." A única resposta que pude dar foi: "Os homens mortos não tem dor e nada os incomoda. Você simplesmente se apagou." Pensei que este comentário o melindraria. Sua resposta suspreendeu-me. "Eu sei que estou morto", disse ele.

Erich explicou: "Quando eu era muito jovem, ficava aterrorizado com a ideia da morte. Decidi que, se já estava morto, nada tinha a temer. Assim, considerei-me morto. Jamais achei que chegaria aos vinte anos de idade. Estou surpreso por ainda estar vivo."

(Narcisismo: negação do verdadeiro self - Alexander Lowen)

Nenhum comentário: